Esportes

Postado em 12/09/2017 6:50

Após empate com lanterna, técnico do Bahia cobra atitude e reação em Salvador

.

Share Button

Preto Casagrande cobrou atitude do time em campo (Felipe Oliveira/EC Bahia)

Gazeta Press

O Bahia não fez um bom primeiro tempo nesta segunda-feira, em duelo contra o Atlético-GO, sofreu o gol, mas melhorou na etapa final e buscou o empate por 1 a 1. Com o resultado, não conseguiu se afastar da zona de rebaixamento, o que faz com que foque em recuperar os pontos na próxima rodada.

“Temos alguns dias para trabalhar. Sem dúvida que a gente precisa mudar alguma coisa. Precisamos ser um pouco mais agressivos, não podemos esperar tanto o adversário como fizemos hoje no primeiro tempo. Um pouco mais de atitude. Acho que a equipe fez um segundo tempo muito bom e que me dá esperança da equipe crescer ainda mais e jogar muito bem contra o Cruzeiro”, comentou o técnico Preto Casagrande.

“Sabemos que o segundo turno é reta final. O campeonato está bastante embolado, a diferença de pontuação está bastante curta. Sabemos que, principalmente em casa, não podemos bobear, como vem acontecendo. Temos que pontuar sempre”, disse o volante Renê Júnior.

Com o resultado, o Bahia foi a 27 pontos, mas perdeu uma posição e caiu para o 15º lugar. O Tricolor volta a campo no domingo, às 19h (de Brasília), quando encara o Cruzeiro, no Mineirão.

Apesar do empate, o meia Zé Rafael pôde comemorar. Após passar por um jejum, o atleta desencantou e grande estilo, marcando um golaço no Olímpico.

“Já vinha me cobrando [o gol]. Meus companheiros sabem o quanto eu treino. Fazia muito tempo que não marcava, e é uma sensação Boa. Tem um mês que meu filho nasceu, estava devendo para ele”, disse o meia Zé Rafael.

Fonte: ESPN

Share Button

BUSCAR NO SITE: