Política

Postado em 01/09/2017 3:18

Rui assina acordo na China para financiamento do Porto Sul

.

Share Button

Foto: Divulgação/GOVBA

O governador Rui Costa assinou nesta sexta-feira, (01), um memorando de entendimento com cinco empresas chinesas e a Bahia Mineração (Bamin) para financiamento do projeto do Porto Sul, da Fiol e da mina de Pedra de Ferro. O ato aconteceu no Palácio do Povo por volta das 8h na Bahia, 19h em Pequim.

O documento assinado nesta sexta estabelece que o Governo do Estado, as empresas chinesas e o Eurasian Resources Group, acionista da Bahia Mineração, “desejam cooperar para o desenvolvimento totalmente integrado do projeto do Porto Sul, da Fiol e da mina Pedra de Ferro”. BenediktSobotka, CEO do ERG, disse estar “muito satisfeito por ter alcançado esse importante marco na Bamin. Com este MoU, nos associamos com algumas das empresas líderes na China e continuamos nossa parceria com o Estado da Bahia para promover um dos empreendimentos de minério de ferro mais atraentes do mundo em construção”.

Ainda de acordo com o memorando, a participação em grupo de investimento para financiar o desenvolvimento dos projetos será liderada pelo consórcio chinês formado pelas seguintes empresas – China Railway Group Limited; China Communications Construction Company Ltd; Minmetals Development Co. Ltd; Shougang Fushan Resources Group Limited; e Dalian Huarui Heavy Industry Group Co. Ltd. Essas empresas orientais são de diversos ramos de atuação, como siderurgia, construção civil e mineração, e fecharam um cronograma de atividades com a Bahia Mineração envolvendo prazos para execução dos trabalhos.

Para Rui a assinatura representa a atração de investimentos, mais desenvolvimento para e geração emprego e renda para Bahia “Nosso foco na China é garantir mais qualidade de vida para nossa gente, transformar a vida das pessoas. Somos um povo forte e não baixamos a cabeça diante da dificuldade. Prova disso é que estamos do outro lado do mundo trabalhando intensamente para levar resultados concretos para a Bahia, mesmo diante de um cenário de crise econômica no Brasil”, acrescentou o governador ao concluir um dos principais compromissos nesta sua terceira missão internacional à frente do Governo do Estado.

De acordo com o secretário estadual da Casa Civil, Bruno Dauster, a assinatura “é um importante passo para a implantação da Fiol e do Porto Sul, obras fundamentais para o desenvolvimento do sul da Bahia, o crescimento do sudoeste, a evolução do agrobusiness no oeste e a melhoraria das condições de vida de toda a nossa população, e que muita gente dizia que não ia acontecer nunca, mas está avançando. Um ano e meio de visitas, discussões e trabalho do governador com as empresas chinesas chegou a um novo patamar”. Para o secretário do Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, a concretização das duas obras, a partir do memorando, representa “mais infraestrutura, emprego, economia e vida melhor para os baianos”. Os dois gestores integram a comitiva de Rui Costa na China.

Share Button

BUSCAR NO SITE: