Etc & Tal

Postado em 12/09/2017 8:10

Sal “rosa” de Mossoró

.

Share Button

“É uma terra em que se plantando tudo dá”. Assim escreveu Pero Vaz Caminha quando esteve em Terras de Santa Cruz em sua carta ao rei Dom Manuel.

Os séculos se passaram e essa terra continua na base do “tudo dá”.

Se era uma terra em que se plantado tudo dá, hoje ostenta o titulo de uma terra em que tudo se falsifica.

O sal rosa do Himalaia é um forte exemplo disso. De rosa ficou quase branquinho e assim podemos chamar de Sal Rosa de Mossoró.

O verdadeiro custava 65 reais o quilo enquanto o mentiroso é encontrado por até 10 reais.

O pior, é que tem comerciante vendendo o falsificado pelo mesmo valor do autentico.

Ô, raça!

Share Button

BUSCAR NO SITE: