Municípios
Quinta , 24 de Abril de 2014
Postado em 14/11/2011 ás 21:32

Entrega de unidades residenciais do Programa Minha Casa, Minha Vida em Jequié

 
Manu Dias/SECOM
Moradores do sudoeste baiano são beneficiados com obras de infraestrutura e habitação A empregada doméstica Jocelma Santos Souza, 29 anos, moradora de Jequié, não esconde a felicidade de estar na sua própria casa. Após pegar as chaves, ela foi conferir cada detalhe do imóvel de dois quartos, cozinha, sala, banheiro e área de serviço. Os pulos de alegria foram presenciados e compartilhados pelos seus vizinhos, que também foram beneficiados com um dos 500 imóveis do programa federal Minha Casa, Minha Vida, entregues nesta sexta-feira (11) pelo governador Jaques Wagner. “Obrigada, Deus. Obrigada. É minha!”, agradeceu com as mãos erguidas. A alegria de Jocelma tem diversas razões: Morando há mais de cinco anos na residência onde trabalha, ela recebe cerca de R$ 300 mensais para ficar à disposição dos patrões. Por causa do pouco salário, não tinha como pagar aluguel, que em Jequié, o mais barato, está entre R$ 150 e R$ 250. As dificuldades, a obrigaram a deixar sua filha de três anos com uma de suas irmãs, desde que nasceu. “Só via minha menina nos finais de semana”, conta. Do dinheiro que recebe, R$ 200 ela reserva para auxiliar nas despesas da filha, ficando apenas com R$ 100 para sua necessidade pessoal. Agora, com a casa própria, Jocelma faz planos para o futuro. “Graça a Deus vou poder morar com minha filha, ter o prazer de cuidar dela, de acompanhar sua educação. Quero colocar piso na casa para receber minha garotinha, que está toda feliz com a novidade. Contei sobre a casa e a primeiro pergunta que me fez foi se tinha um quarto pra ela”, contou rindo. Reduzir déficit Para a construção das 500 unidades habitacionais, em Jequié, foram investidos R$ 18,7 milhões do Programa Minha Casa, Minha Vida. Os serviços de infraestrutura, abastecimento de água e esgotamento sanitário foram executados pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur). “Durante a primeira etapa do programa [Minha Casa, Minha Vida] batemos todos os recordes. Nesta segunda etapa, temos uma cota de 145 mil, mas vamos acelerar para chegarmos a 160 mil”, afirmou o governador Jaques Wagner durante a cerimônia de entrega dos imóveis, que contou também com a presença do ministro das Cidades, Mário Negromonte. O governador enfatizou que a Bahia é o estado com maior carência habitacional do país e garantiu que iria aproveitar o programa “para reduzir o déficit habitacional do estado”. Na primeira etapa do Minha Casa, Minha Vida, foram contratadas na Bahia 101.377 unidades habitacionais para municípios acima de 50 mil habitantes e regiões metropolitanas, sendo 65.117 na faixa de zero a três salários mínimos. Das 65.117 moradias, mais de 12 mil já foram entregues e o restante está com obras em andamento. Para a segunda etapa do programa habitacional, a meta da Bahia é realizar mais 100 mil contratações. Equipamentos de lazer Além dos imóveis, o Residencial Beira Rio, condomínio onde está a casa de Jocelma, oferece aos moradores área de lazer com quiosque, parque infantil e quadra esportiva. Com todos estes atrativos, as crianças e os adolescentes não esperaram nem se mudar, para inaugurar os espaços e equipamentos oferecidos a eles. “Aqui é legal porque posso andar de bicicleta sem medo de ser atropelada. O parque é massa, tem escorregadeira, balanço, tudo isso”, disse a garotinha Ivana Ribeiro, 10 anos. O estudante Daniel Lisboa, 13 anos, também elogiou o parque e já aproveitou os equipamentos de lazer do condomínio. Enquanto ele e os amigos jogavam futebol, outros garotos esperavam a vez para usar a quadra esportiva. “Antes íamos em um campo de futebol que ficava bem longe daqui, tinha que ir de ônibus. Quando chovia ficávamos sujos de lama, nesta quadra ficamos limpos. Aqui é grande e todos podem brincar”, analisou. Lajedo do Tabocal O governador Jaques Wagner também esteve nesta sexta-feira (10) no município de Lajedo do Tabocal, onde a população foi beneficiada com obras de pavimentação de diversas ruas, totalizando 4,2 quilômetros de vias. Além do investimento de R$ 300 mil no calçamento, o governo também destinou R$ 92 mil para ligar rede elétrica a 59 residências do loteamento Alvolândia.
 
Leia Também
 
 

POLITICA DE PRIVACIDADE | TERMOS DE USO | FALE CONOSCO | EXPEDIENTE

2000 - 2009 - Todos os direitos reservados